Fale conosco pelo WhatsApp

Tabela CBHPM: entenda como calcular o valor de suas consultas

19 de junho de 2024 |
Estetoscópio e calculadora em cima de um papel.
(Banco de imagens: Shutterstock)

Essa tabela serve para padronizar e oferecer uma referência de valores para médicos — saiba como calcular o preço das suas consultas e procedimentos.

 A tabela CBHPM, ou Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos, foi criada em 2003 a partir da necessidade de valorizar o trabalho médico diante do Sistema de Saúde Suplementar. Antes disso, cada operadora definia seus próprios códigos e procedimentos, resultando em remuneração inadequada e queda na qualidade do atendimento.

Após intensas lutas de entidades médicas, a tabela foi estruturada, hierarquizando os procedimentos em 14 portes e três subdivisões, coordenada pela FIPE-USP e discutida pelas Sociedades de Especialidade.

O que é a tabela CBHPM?

A tabela CBHPM é utilizada para hierarquizar e classificar os procedimentos médicos realizados no Brasil. Serve como referência para que você possa estabelecer faixas de valoração dos seus atos médicos, considerando critérios como complexidade técnica, tempo de execução, atenção requerida e grau de treinamento necessário.

A classificação da tabela CBHPM é atualizada periodicamente e é utilizada como padrão mínimo e ético de remuneração dos procedimentos médicos para o Sistema de Saúde Suplementar.

Importância da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos?

A Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos é importante por diversos motivos:

  • Padronização: ela estabelece uma padronização na classificação e na valoração dos procedimentos médicos, facilitando a comunicação entre profissionais de saúde, operadoras de planos de saúde e pacientes;
  • Referência de valores: serve como referência para estabelecer os valores a serem pagos pelos procedimentos médicos, garantindo uma remuneração justa e adequada aos profissionais de saúde;
  • Equidade: ajuda a promover a equidade no acesso aos serviços de saúde, garantindo que os procedimentos sejam remunerados de acordo com sua complexidade e custos envolvidos, independentemente da região ou instituição onde são realizados;
  • Atualização e aperfeiçoamento: a tabela CBHPM é periodicamente atualizada para refletir mudanças na prática médica, avanços tecnológicos e novos procedimentos, garantindo que sua relevância e precisão estejam sempre coerentes;
  • Transparência: ao estabelecer critérios claros para a classificação e valoração dos procedimentos, promove a transparência nas relações entre profissionais de saúde, operadoras de planos de saúde e pacientes, evitando discrepâncias e conflitos na remuneração dos serviços médicos.

Como calcular o valor da consulta médica com base na CBHPM?

Para utilizar a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos para calcular o valor da sua consulta médica, siga os quatro passos abaixo.

Identifique o código correspondente à sua consulta

A tabela CBHPM utiliza códigos específicos para cada tipo de consulta médica, que estão organizados em seu sistema de classificação. Você precisará identificar o código que melhor corresponde à natureza e complexidade da sua consulta.

Verifique o porte da consulta

Cada código na CBHPM está associado a um porte, que representa a complexidade e o tempo médio da consulta. Os portes são classificados de acordo com critérios técnicos, como tempo de execução, complexidade técnica e grau de atenção requerida.

Consulte a tabela de valores

Após identificar o código e o porte da sua consulta, verifique a tabela de valores para determinar o valor correspondente ao porte atribuído à sua consulta. Essa tabela geralmente está disponível com a Classificação de Procedimentos Médicos e pode variar de acordo com a região e a instituição.

Calcule o valor da consulta

Com o porte da sua consulta e o valor correspondente da tabela da CBHPM, você pode calcular o valor da sua consulta ao multiplicar o valor do porte pelo coeficiente de remuneração estabelecido na tabela para aquele porte específico. Esses coeficientes são definidos com base em critérios como custos operacionais, honorários profissionais e valorização dos procedimentos médicos.

Precisa de uma alavancada na sua clínica ou consultório? Nós podemos ajudar! Fale com um dos nossos especialistas.